livro cf
Já Pegou o Seu eBook?
Universo da Fotografia Digital - 26+ dicas de fotografia para ajudar você a fazer fotos matadoras hoje!
Junte-se a mais de 15.000 leitores inteligentes e receba o eBook com dicas imperdíveis para ajudar você a fotografar melhor (é grátis)!
Você estará recebendo o eBook via e-mail.

clacier

É muito fácil para um fotógrafo, acumular centenas de milhares de megabytes de fotos, em curto período de tempo. Estúdios fotográficos produzem um terabyte de dados em apenas alguns meses, principalmente se você estiver fotografando em modo RAW.

Estivermos falando sobre como guardar fotos na internet, lembrando que os Discos Rígidos não duram para sempre. O fato é que todos os dias, milhões de pessoas perdem fotos únicas, que nunca mais poderão ser recuperadas. Seja porque alguém deletou o cartão de memória, o porque o HD estragou, o fato é que a fotografia digital possui esse grande calcanhar de Aquiles.

Podemos imaginar que muitas famílias perderam todas as fotos da Infância dos filhos, tudo por confiarem na durabilidade de um pen drive. Apenas os leitores do clube da fotografia estarão salvos desse destino injusto.

Mas afinal, qual será a solução para esse problema que afeta ou afetará 99% das pessoas que fazem fotos digitais e confiam em seus computadores para armazená-las?

O grande problema com as mídias de armazenamento em massa magnéticas é o bit-rot, é normal que essas mídias percam sua capacidade de representar esses bits ao longo dos anos. É comum uma cópia de backup se corromper, e apenas alguns anos depois, o problema é identificado, quando já não há mais outras fontes para recuperar essa informação.

Os registros mais antigos da humanidade contam 5 mil anos, e posso garantir que não eram HDs magnéticos. Toda a tecnologia atual não serviria para alcançar a longevidade de uma simples tábua de argila. As tábuas de argila babilônicas também não poderiam armazenar fotos, isso é verdade.

Vamos então às soluções mais lógicas para esse problema, para que possamos dormir com nossas fotos protegidas por mais alguns anos...

O ponto é que não podemos confiar em nenhum tipo de mídia, e quando eu falo mídia, eu quero dizer Google Drive, One Drive, Dropbox, qualquer outro serviço baseado em uma empresa, por maior que ela seja. Mesmo assim, se a sua demanda for muito grande, ainda é possível utilizar o serviço de armazenamento em massa baseado na nuvem. E não estamos falando de qualquer nuvem, estamos falando da Amazon.

Sim, você pode guardar todas as suas fotos, seus milhares de terabytes de informação, no congelador da Amazon.

Porque estou falando congelador? Porque o serviço chama-se Amazon Glacier. É como uma geleira glacial, capaz de congelar toneladas de terabytes fotos, por um preço que parte de um centavo de dólar por Gigabyte /mês. E acredite, isso é muito barato!

Você pode visitar o serviço da Amazon Glacier, clicando nesse link.

Esse é um serviço largamente utilizado pelas grandes empresas de mídia, que produzem conteúdo em HD, 3D, 4K, e porque não 8k? Podemos imaginar que todos esses dados ocupam um espaço enorme, e serviços como o Amazon Glacier são apontados como a melhor solução do momento.

Lembrando que, mesmo serviço desse porte podem sofrer com algum problema no futuro.

Como diria o Roger Kingston: "Uma câmera é um botão de salvar para os olhos da mente."

E agora podemos completar: Será que está realmente salvo?

Talvez um dia, alguém ou alguma empresa, crie uma mídia de armazenamento confiável. Talvez algo baseado em alguma tecnologia quântica. Sinceramente, acredito que isso está longe de acontecer.

Enquanto isso, continuamos aprendendo fotografia, aqui, no Clube da Fotografia.

Cuide das suas fotos, enquanto é tempo...

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja dominar 26 Técnicas Usadas Pelos Melhores Fotógrafos para Fazer Fotos Sensacionais, recomendo que pegue esse eBook agora mesmo.

QUERO MEU EBOOK