Full Frame DSLR

 

A maior parte das câmeras DSLR são equipadas com sensores de tamanho APS-C, e em alguns casos, sensores full frame (tela cheia). Esse tipo de câmera com sensor full frame é muito maior que as outras, bem mais dispendiosa, e utiliza lentes especiais para a captura em full frame. Apesar dessas aparentes desvantagens, podemos observar muitas qualidades que podem justificar a sua escolha por um modelo desse tipo. Continue lendo...

 

Para entender melhor como funcionam as câmeras “Full Frame”, devemos lembrar que no passado, todas as câmeras usavam filmes em 35mm, fotografando um quadro com o tamanho de 24x36mm. Também existiam câmeras SLRs mais pesadas e maiores que fotografavam com filmes de tamanho maior, de até 120mm. Porém, normalmente os filmes para SLRs foram padronizados para o tamanho 24x36mm.

 

Quando passamos para a era digital, os fabricantes das primeiras DSLRs encontraram uma dificuldade. Era muito complicado construir um sensor com o tamanho de um filme 35mm. Dessa forma, a disponibilidade desses sensores grandes era limitada, e também esses sensores de 35mm tinham uma qualidade questionável.

 

Por esses motivos, os fabricantes de DSLRs adotaram o tamanho dos filmes APS-C para seus sensores de imagem, que mediam 15.7x23.6mm. Esses sensores APS são mais simples de produzir e também são pequenos, além de oferecer qualidade suficiente para a maioria dos usuários.

 

No dias de hoje, a tecnologia permite criar sensores grandes, baratos, de alta qualidade para fabricar esse tipo de câmera full frame. Os APS nas DSLRs se tornaram o padrão da indústria. É verdade que a maioria das câmeras DSLR ainda utiliza sensores de tamanho APS, porém as câmeras full frame atraem fotógrafos pelas seguintes razões:

 

EXTREMA QUALIDADE DE IMAGEM

 

As câmeras com sensor APS requerem mais ampliação da imagem se comparadas as de tamanho full frame, para obter imagens de um tamanho específico. Impressões a partir de imagens fotografadas em full frame, tendem a serem superiores. Quando falamos em fotos menores, a diferença passa a ser quase imperceptível, mas com impressões maiores que 8x10 polegadas, podemos notar a qualidade superior das câmeras full frame.

 

IMAGEM COM MENOS RUÍDO

 

Os fabricantes de câmeras conseguem entulhar uma quantidade limitada de pixels na superfície de um sensor, então o tamanho do sensor é relevante para a contagem de pixels. As dimensões do sensor determinam o tamanho dos pixels individuais. Para sensores com qualquer profundidade de pixel, normalmente contados em megapixels, os sensores full frame contém muito mais pixels. Esses pixels também são maiores, isso permite que eles capturem mais luz, o que possibilita usar menos amplificação de sinal. Esse tipo de amplificação de sinal sempre produz calor, o que é a causa principal do ruído em imagens digitais. Quando comparamos sensores com a mesma contagem de pixels, os sensores full frame geralmente controlam melhor os ruídos da imagem, muito melhor que os APS.

 

MAIOR FAIXA DINÂMICA

 

A faixa dinâmica é referente a capacidade da câmera fotografar os detalhes de uma imagem, tanto na luz quanto na sombra. É verdade que os fabricantes utilizam métodos diferentes para processar as imagens dentro da câmera, então é bastante complicado comprar as faixas dinâmicas entres as diversas marcas. Também é fato que sensores pequenos capturam menos faixa dinâmica. Isso significa que os sensores full frame capturam muito mais tonalidades. Mais um bom motivo para considerar esse tipo de câmera.

 

LENTES DE ÂNGULO LARGO

 

As câmeras com sensor APS-C também são referidas como câmeras de recorte, porque seu sensor captura apenas uma porção reduzida da imagem, se comparado ao sensor full frame. Para ser mais exato, um sensor de tamanho APS corta a imagem, enquanto que o full frame captura toda a área disponível.

 

Outra grande vantagem desse tipo de sensor é que ele magnífica a distância focal efetiva da lente. Por exemplo, se você usa uma lente 200mm em uma câmera APS-C, vai capturar uma imagem praticamente igual a uma DSLR full frame em uma lente telephoto de 300mm.

 

A princípio isso parece uma grande vantagem, e por esse motivo alguns fotógrafos da vida selvagem e de esportes escolhem essas câmeras APS-C, exatamente por esse motivo. Eles conseguem com isso, uma distância focal muito maior, sem ter que investir em lentes super-telephoto.

 

O aumento da distância focal se aplica a todas as lentes, então se torna difícil encontrar lentes do tipo wide-angle para câmeras com sensor APS. Elas podem até existir, mas são muito raras e dispendiosas. Lentes wide-angle rápidas são difíceis de construir. Dessa forma, para aqueles que fotografam paisagens, interiores, ou qualquer outro assunto com largura muito ampla, vai perceber que uma câmera DSLR com sensor full frame possui mais vantagens.

 

MAIS OPÇÕES DE FOCO

 

O foco seletivo, a habilidade de isolar os assuntos do fundo, está intimamente relacionado a pouca profundidade de campo. Se você tem um número de elementos em sua foto, o foco seletivo permite que você se aproxime mais do assunto. Por causa do pequeno sensor que recorta a imagem quando comparado a uma câmera full frame, você acaba tendo que se posicionar um pouco mais distante para conseguir a mesma composição.

 

Como resultado disso, para qualquer distância focal, você verá menos possibilidade de selecionar o seu foco quando estiver usando um sensor APS-C, porque você precisa fotografar de mais longe para alcançar a mesma dimensão de imagem. As lentes telephoto são capazes de proporcionar excelentes efeitos com seu foco seletivo, mesmo em uma câmera APS-C, mas no geral, você vai conseguir mais foco seletivo com uma câmera full frame, particularmente com uma curta distância focal.

 

POSSIBILIDADE DE USO DE LENTES DESENHADAS PARA SUAS DISTÂNCIAS FOCAIS

 

Em uma câmera 35mm, uma distância focal de 35mm é considerada como de ângulo largo, enquanto que uma lente normal tem uma distância focal de 50-60mm. As telephotos começam por volta de 85mm.

 

Por causa do fator de corte, uma lente normal em uma câmera APS deve ter uma distância focal de 35mm, enquanto uma lente de 50mm é equivalente a uma de 70mm. Uma lente full frame wide angle de 16mm deve oferecer apenas uma visualização de 24mm, quando acoplada em uma câmera APS-C.

 

Isso tudo pode parecer complicado, mas a verdade é que muitos fotógrafos têm suas lentes favoritas, e sentem muita dificuldade por não poderem usá-las como poderiam em uma câmera de filme. Isso fica ainda pior quando não conseguem encontrar uma lente adequada para produzir os mesmos efeitos em uma câmera APS-C. Uma lente de alta velocidade de 50mm é bastante comum, mas é difícil encontrar uma óptica de 35mm f/1.4. Em outras palavras, as lentes mais rápidas são praticamente inexistentes para as câmeras APS-C.

 

Esses fatores podem ser ou não relevantes para você dependendo do tipo de assunto, da finalidade da imagem e o seu estilo de fotografia. Para muitos fotógrafos, um sensor APS-C vai prover toda a qualidade e possibilidade de composição que eles precisam. Para outros, contudo, os sensores full frame oferecem imagens superiores e efeitos especiais que não podem ser reproduzidos com o uso de um sensor pequeno.

 

Espero que essa matéria possa ter esclarecido mais sobre esse assunto. Se você não entendeu muito bem sobre profundidade de campo, dimensões de lentes e detalhes técnicos complicados; recomendo esse curso de fotografia.


curso de fotografia online