livro cf
Já Pegou o Seu eBook?
Universo da Fotografia Digital - 26+ dicas de fotografia para ajudar você a fazer fotos matadoras hoje!
Junte-se a mais de 15.000 leitores inteligentes e receba o eBook com dicas imperdíveis para ajudar você a fotografar melhor (é grátis)!
Você estará recebendo o eBook via e-mail.

A maioria das câmeras digitais SLRs lida muito bem com temperaturas congelantes. Como exemplo a Canon EOS SLR pode funcionar em temperaturas abaixo de zero por semanas a fio, muitas vezes abaixo de -20° C, e em condições extremas, até -30°C. Nesse artigo nós vamos descobrir como podemos manter a nossa câmera em perfeitas condições em nossas expedições, tais como cruzar uma calota de gelo, ou uma escalada pelas montanhas do Ártico: por exemplo, sem tomadas elétricas, com clima adverso, dormindo em tendas sobre o gelo por várias semanas. No entanto, a maior parte dos conselhos também se aplica ao uso da câmera em condições de frio em geral.

 

 

O dois maiores problemas que você pode ter são:

 1.     Condensação 

A condensação ocorre quando se desloca de um ambiente frio para um ambiente mais quente, você não precisa se preocupar com danos à sua câmera ao mover-se de um local quente para um frio. Mesmo em condições árticas a temperatura dentro da barraca é geralmente bem acima de zero, e bem abaixo de zero na sombra. Então muitas vezes temos um gradiente de temperatura quando trazemos uma câmera para uma barraca, o que leva a formar a condensação. A condensação no elemento frontal ou no visor é um grande inconveniente, mas se ocorrer uma condensação sobre o sistema eletrônico, então pode haver um mau funcionamento e danos permanentes. A condensação dos elementos de vidro no interior da câmera pode causar problemas por horas ou mesmo dias, até que as lentes sequem totalmente. Esses problemas são péssimos. 

2.     Redução da Eficiência da Bateria 

As baterias podem ficar mais fracas em climas frios, devido à baixa velocidade da reação química que produz a energia delas. 

 

Dicas para Reduzir a Condensação 

1.     Coloque a câmera em um saco plástico

A câmera deve ser colocada dentro de um saco de polipropileno, (daqueles que se usa para conservar alimentos no Freezer sem queimá-los com a baixa temperatura) atado frouxo ou torcido, então colocado dentro do saco da câmera. Você não deve colocar o saco da câmera dentro de um saco a prova d´água, assim toda umidade pode vir a se condensar no corpo da câmera. Sacos assim são ótimos e ainda têm a vantagem de poderem ser guardados no fundo do saco da câmera quando não estiverem em uso, mas lembre-se de ter alguns sacos reserva para quando esses forem danificados. 

2.     Use um saco isolante para câmera

O isolamento na maioria dos sacos para câmera, também chamados de camera bags, (principalmente os do modelo holster que é comum em expedições) oferece algum isolamento que pode reduzir dramaticamente a mudança de temperatura, quando estiver se movendo por ambientes com diferentes gradientes de temperatura.

 

3.     Experimentar e aquecer lentamente 

Se você está em ambientes de temperaturas diferentes, tente fazer um processo de aquecimento gradual da câmera. 


4.     Evite respirar na lente

Óbvio, talvez, mas se você precisar limpar a lente use um pano específico para câmeras, o que evita a formação de gelo. 

Dicas para lidar com a baixa eficiência da bateria 

1.     Leve com você várias baterias 

Você pode se planejar esperando que vá consumir de 2 a 3 vezes a quantidade de carga que você precisaria para fotografar o equivalente em um clima temperado. Pessoalmente prefiro usar a estratégia de levar várias baterias, principalmente em viagens longas, em vez de lidar com as incertezas do caminho ou contar com carregadores de bateria solares. Isso torna as coisas muito mais seguras do que tentar imaginar como uma bateria vai reagir em determinado clima.

 

2.     Aqueça as baterias mantendo-as próximas da pele 

Prefira transportar as baterias de reposição dentro da sua roupa, se possível, coladas na pele para que o seu corpo as possa aquecer. Uma bateria que parece estar descarregada pode voltar a funcionar após um breve aquecimento. Desta forma, em dias frios você pode esquentas suas baterias até mesmo com suas mãos, girando-as rapidamente. 


3.     Ajuste o estilo de fotografia para economizar energia
 

Sabendo que você vai ter menos bateria para fotografar, ajuste o tipo de fotografia para economizar energia. Você pode desabilitar o preview das imagens ao mínimo, e deixar para ver suas imagens mais tarde. Para economizar ainda mais energia, e aproveitar o máximo da carga da sua bateria, você pode desativar a estabilização de imagem, não usar o flash e ainda, desligar o pré-foco. 

Dessa forma você pode se aventurar pelos lugares mais gelados sem danificar a sua câmera de US$ 10,000 dólares. Mesmo que você não saia do Brasil, ainda pode encontrar condições adversas em qualquer região do país. Estado você em Portugal, ou nos países da Europa, ou mesmo viajando para o Canadá ou Estados Unidos, é sempre bom saber como se proteger do frio intenso que faz nessas locações. 

Espero que essas dicas possam ajudar em suas futuras expedições! 

 

 

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja saber Os 4 Passos Certeiros Para Você Tirar Fotografias Sensacionais Em Menos De 1 Semana, recomendo que confira esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO



Recomendados

Recomendados