ovos de sapo

Todos os anos as melhores fotos da vida selvagem são premiadas em grandes celebrações da beleza natural. Dentre as melhores fotos, temos aquelas mais inusitadas e inimagináveis. Vejamos algumas dessas imagens incríveis e selvagens! Continue lendo... 

Agora, se você quiser conhecer as técnicas fotográficas que ajudaram o Rodrigo a fazer fotos incríveis em pouco tempo e como VOCÊ também pode fazer o mesmo, clique aqui para assistir ao vídeo...

QUERO VER O VÍDEO!

A vida selvagem é incrível, mas ela nem sempre aparece como imaginamos: com leões, pumas, tigres e elefantes da África. Pelo contrário, existe vida selvagem até mesmo no seu quintal!

Os britânicos são excelentes fotógrafos da vida selvagem, e eles promovem prêmios como o British Wildlife Photography onde aparem imagens extremamente interessantes como essas dos ovos de sapo acima. 

A Foto Vencedora

gaivota prateada

O vencedor desse prêmio foi Steve Young, das Ilhas Scilly, ganhador da competição com a foto de uma gaivota-prateada agarrada entre as pedras em meio a arrebentações de ondas.

Dentro desse mesmo evento o fotógrafo Steward Elliot venceu na categoria “vida selvagem no meu quintal” com a foto de ovos de sapo que ilustra essa matéria. Você pode ver a lista dos vencedores no site BWP Awards.

Fotos como essas demonstram toda a criatividade desses fotógrafos e servem de inspiração para fotógrafos amadores.

Para realizar fotos como essas, uma lente zoom é fundamental, além de um ótimo reflexo para disparar o seu obturador.

Agora é a sua vez!

 

Uma dica extra do Rodrigo: Deixei um link para um vídeo onde eu compartilho 3 técnicas fotográficas profissionais que vão ajudar VOCÊ a fazer fotos incríveis ainda HOJE (mesmo fotografando pelo celular). Clique aqui e assista ao vídeo.

QUERO VER O VÍDEO!



rodrigo marques

Rodrigo Marques

O Clube da Fotografia acredita que a fotografia artística é uma forma de promover arte, desenvolvimento pessoal, integração com a natureza. Acima de tudo, acreditamos que a fotografia artística é capaz de libertar pessoas empreendedoras, levando a arte fotográfica como profissão.