paisagens-pixels

Desde muito tempo a indústria das câmeras fotográficas digitais vem ensinando ao público consumidor que uma câmera com muitos MP (MegaPixels) é o que você precisa para ter qualidade em suas fotografias. Porém, não é só isso, tem mais dois elementos que contribuem muito para a qualidade das suas imagens. Você vai saber quais são logo a seguir...

Agora, se você deseja aprender mais a fundo sobre esse assunto, recomendo que você assista a esse vídeo...

O Início da História dos MegaPixels

nikon 3200 1999Em 1999 já existia câmeras com 3.2 MPs, com ISO 100-400 e um cartão de memória de 32MBs. Isso era suficiente para a maioria dos fotógrafos domésticos. Por quê? Quem fotografa em casa não está pensando em reproduzir essas imagens em um tamanho muito grande, geralmente as fotos são em formato 10x15, raramente um fotógrafo comum vai ter problemas por fotografar abaixo de 3.2 MPs.

Como percebemos, um fotógrafo de retratos pode perfeitamente usar câmeras com menos MPs, porém, será que existe algum outro profissional da fotografia que precisa de fotos maiores e mais detalhadas?

Quem Precisa dos MegaPixels Extra?

safari fotograficoSim, existem diversos nichos de fotografia e também existem fotógrafos loucos para colocar as mãos em um Digital Back como o Aptus-II 12R, com seus incríveis 80MPs. Não vamos confundir MegaBytes com MegaPixel, sendo o primeiro uma medida de armazenamento de dados e o segundo uma medida de quantidades de pontos na tela do sensor de imagens.

Quem são os fotógrafos que precisam de sensores de imagens de formato médio como o Aptus-II 12R? São os fotógrafos de paisagens...

Imagine você fotografando uma paisagem incrível, com florestas, relva, animais selvagens ao longe, detalhes de folhagens e tudo mais...? Agora imagine que você precisa de um monte de pixels para representar cada folhinha, cada pedrinha que aparece na imagem...? Certo, agora você vai perceber que não é um desperdício ter 80MPs de sensor para capturar tudo isso.

Tudo bem que entendemos o motivo de termos tantos pixels a disposição, mas será que tem algo a mais para saber sobre isso? Sim, tem sim.

Informação é Tudo em Fotografia Digital

informacao fotograficaA profundidade de cor também precisa ser alta, se você não possui muita profundidade, vai perder muita informação da sua imagem. Uma vez que a informação for perdida, será impossível recuperá-la. Se você pode capturar em apenas 8 bits de cor, isso significa que você só tem 256 tonalidades de cinza, se você tem apenas um canal, então suas imagens serão em preto e branco. Com 3 canais de 8 bits, (24bits), você pode capturar 256x256x256, cada canal representando uma das cores primárias de luz, com a sobreposição dos canais, você tem 16 milhões de cores possíveis.

Quando você baixa sua taxa de bits no Photoshop, o resultado é uma perda de dados de imagem irreparável. Como aumentar a informação de cor? Colocando mais um canal na fórmula, fotografando com 32bits de cor. Agora que sabemos como ter mais detalhes e mais informações de cor, ainda existe mais uma coisa que os fotógrafos de paisagem amam.

Sensores Poderosos Fazem a Diferença

faixa dinamica fotografiaEstou falando do Dynamic Range. Existem sensores que conseguem fotografar muito bem os detalhes muitos iluminados, ao passo que capturam os detalhes nas sombras. Se você tem um sensor de baixa qualidade, ocorre a Cartunização da imagem, formando áreas escuras sem detalhes, e áreas claras de cor chapada.

A maioria das câmeras fotográficas DLSRs fotografam a 4 stops de abertura, enquanto os Digital Backs de formato médio possuem uma faixa de atuação de mais de 10 stops. Isso significa que a sua DLSR pode fotografar algo com iluminação entre F5.6 até F11 ou F11 e F22 em qualquer sensibilidade ISO, porém se você tentar fotografar algo fora dessa faixa, vai começar a ter sombras completamente pretas ou áreas claras completamente brancas.

Nem Tudo Está Perdido

casal por do sol predioCâmeras de formato médio são capazes de esticar a faixa dinâmica, oferecer alta resolução e ainda manter os detalhes em qualquer iluminação.

Imagine fotografar um amigo no pôr do sol, com uma boa câmera o flash irá preencher as áreas escuras e também manterá a qualidade das cores. Por outro lado, uma câmera com faixa dinâmica ruim, irá apresentar apenas uma silhueta escura do amigo e perderá as cores do fundo, deixando tudo esbranquiçado.

Para ter boas imagens você não precisa ter apenas boa resolução, também precisa contar com profundidade de bits e faixa dinâmica.


Boas fotografias!

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja saber Como Aprender as Técnicas Fotográficas dos Melhores Profissionais e Fazer Fotos Incríveis, recomendo que confira esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO



rodrigo marques

Rodrigo Marques

O Clube da Fotografia acredita que a fotografia artística é uma forma de promover arte, desenvolvimento pessoal, integração com a natureza. Acima de tudo, acreditamos que a fotografia artística é capaz de libertar pessoas empreendedoras, levando a arte fotográfica como profissão.