lightroom

O Lightroom é uma ferramenta essencial para qualquer fotógrafo(a), uma vez que permite retoques, correções, efeitos e uma série de melhorias às suas fotos. Vamos dar uma olhada no que você pode fazer para aprender Lightroom e começar a fazer arte fotográfica. Vamos lá!

Agora, se você deseja aprender mais a fundo sobre esse assunto, recomendo que você assista a esse vídeo...

Alguns dizem que não há melhor maneira de aprender Lightroom (ou qualquer outra coisa) do que praticando muito.

Essa ferramenta segue um fluxo de trabalho lógico:

1. Importar

Importar imagens em pastas aninhadas por data: 2014 / 2014-01 / 2014-2 /.

Atribua metadados de direitos autorais na importação, utilizando presets de metadados.

Atribua tags às imagens durante a importação. Geralmente não são muitas tags: cliente + pessoas na imagem ou tópico + tipo de trabalho.

2. Selecionar

Apuração: Percorrer as imagens e atribuir marcadores: X (rejeitar) para as imagens que você vai descartar e 1 (uma estrela) para às imagens que você quer dar uma olhada depois.

3. Desenvolver

Filtro: Use o filtro de uma estrela para ver as imagens que foram apuradas.
Desenvolvimento: Use diferentes processos de desenvolvimento e de seleção, se é um retrato ou um evento, em outras palavras: desenvolva as primeiras imagens tirando um tempo para experimentar e obter algum resultado. Então coloque as configurações da sua primeira edição nas imagens a seguir e veja se elas correspondem. Então continue ajustando e desenvolvendo o lote todo de imagens.

Segunda seleção: Atribua 2 (duas estrelas) às imagens desenvolvidas que você deseja salvar. Isso também pode ser feito durante o desenvolvimento. Por exemplo, se você tem duas ou três imagens semelhantes, nesse ponto você pode atribuir duas estrelas para aquela imagem que você deseja incluir na história.

Edição externa: Se o trabalho demandar uma edição extra, você pode enviar as imagens de duas estrelas que foram desenvolvidas no Lightroom.

4. A Seleção Final

Filtro: Filtre todas as imagens que têm 2 estrelas.

Refinamento: Percorra as imagens e atribua 3 (três estrelas) para as imagens que você deseja salvar para o cliente, ou rebaixe para 1 (uma estrela) as imagens que você não quer manter no projeto.

Metadados: Adicione legendas e metadados, uma legenda geral para todas as imagens (mesmo sem estrelas) e uma legenda mais precisa, para fazer a seleção final das imagens.

5. Exportar

Todas na mesma pasta raiz: A pasta raiz de todos as exportações é sempre a mesma (por exemplo Fotos/exportação/). Você pode criar subpastas para cada exportação.

Predefinições de exportação: Utilize diferentes predefinições de exportação, dependendo do trabalho.

FTP: Você pode entregar as imagens via FTP para o cliente.

O processo de 1, 2 e 3 estrelas foi criado por Bob Sacha. É uma forma brilhante de usar as estrelas no Lightroom, uma vez que permite ter uma hierarquia nas imagens. Por exemplo, se o cliente deseja ter outra imagem de sua série, basta buscar nas imagens com 2 estrelas para encontrar boas candidatas!

Ter um fluxo de trabalho é o primeiro passo para aprender Lighroom. Volto a falar mais sobre esse tema em outro post. Boas fotos!

 

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja saber Como Aprender as Técnicas Fotográficas dos Melhores Profissionais e Fazer Fotos Incríveis, recomendo que confira esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO



rodrigo marques

Rodrigo Marques

O Clube da Fotografia acredita que a fotografia artística é uma forma de promover arte, desenvolvimento pessoal, integração com a natureza. Acima de tudo, acreditamos que a fotografia artística é capaz de libertar pessoas empreendedoras, levando a arte fotográfica como profissão.